Treinamento para frotas

Treinamentos de condutores: como consolidar o aprendizado

Escrito por: Carlos Bafutto

Entenda todas as etapas necessárias para aplicar a capacitação dos colaboradores e melhorar a eficiência dos treinamentos.

Após a realização de treinamentos de condutores são fundamentais ações educacionais para consolidar o aprendizado. Elas vão criar condições para que o motorista possa colocar em prática o que aprendeu.

Afinal, sabemos que treinamentos e capacitações de condutores ajudam muito, mas sem um ambiente capaz de consolidar o aprendizado por meio do suporte à performance do colaborador (condutor) após o curso, o gestor de frota corre o risco de colocar todos os esforços empreendidos a perder.

Tais ações compreendem desde políticas de reconhecimento aos bons profissionais até a promoção de um ambiente propício ao bom desenvolvimento da operação.

É importante garantir um bom clima organizacional onde o colaborador tenha clareza quanto o que a empresa espera dele.

Nesse contexto, é importante dar a cada funcionário feedbacks, mesmo que a distância se necessário, para orienta-lo sobre as formas de melhorar seu desempenho. 

Nesse post vamos falar sobre as boas práticas que tornam possível a consolidação dos objetivos de aprendizagem de um treinamento na rotina da sua frota. Vem com a gente!

Como direcionar o conteúdo de um treinamento de condutores para a prática

Muitos de nós estamos habituados às aulas expositivas nas quais o aluno é mero espectador. Trata-se de uma metodologia convencionada como “passiva”, na qual o docente é o protagonista do processo ensino/aprendizagem.

Os modelos didáticos mais modernos, no entanto, adotam a metodologia ativa. Nela, o aluno é o protagonista do próprio processo de aprendizagem. Esse modelo privilegia a assimilação do conteúdo de maneira autônoma e participativa.

Mas o que define os métodos de aprendizagem ativas e passivas? O psiquiatra estadunidense William Glasser as define da seguinte forma:

  • Métodos de Aprendizado Passivo: ler, escrever, observar, ler e ouvir.
  • Métodos de Aprendizado Ativo: discutir, praticar e ensinar.

Nesse sentido, é imperativo para a didática moderna fomentar o debate acerca dos temas propostos, bem como, possibilitar a prática do que foi aprendido.

Outra boa estratégia para consolidar o aprendizado de treinamentos de condutores é fazer com que os colaboradores que fizeram o treinamento transmitam – na medida do possível – aos seus pares o conteúdo que aprenderam durante o curso.

eBook Tríade da Gestão de Frotas

Como funciona o processo de avaliação dos treinamentos dos condutores

1 – Antes do treinamento

A primeira etapa deste processo inicia antes da aplicação de um treinamento. Primeiro, defina de forma bem clara as razões ou os indicadores que apontaram para a necessidade de desenvolver a capacitação dos condutores.

É fundamental fazer um mapeamento de toda a operação para identificar onde cabem melhorias. É dessa forma que vamos entender como montar uma estratégia de treinamento eficaz para os condutores.

Os indicadores de qualidade da frota serão fundamentais para a definição e o planejamento do curso. E o diagnóstico será ainda mais completo a partir da avaliação de cada motorista da frota.

Com ela será possível identificar suas necessidades e as abordagens mais adequadas do conteúdo para a melhor aprendizagem.

Leia também: Relatório de ranking de motoristas: sua importância na redução de custos da frota!

2 – Durante o treinamento

Um dos aspectos mais importantes a serem observados é o engajamento dos alunos durante o curso. Nessa etapa, deve-se medir, por exemplo, os acessos à plataforma digital (no caso de treinamento EAD na etapa de cursos teóricos) e o desempenho nas atividades propostas.

Além disso, é aconselhável a realização de pesquisas com os colaboradores em treinamento sobre suas opiniões em relação ao curso.

O objetivo principal de uma avaliação é aferir se o colaborador conseguiu assimilar o treinamento. E a avaliação será bem mais acurada quando leva em consideração o diagnóstico prévio das necessidades individuais.

Isso quer dizer que, apesar de existirem critérios definidos sobre o que um treinamento deve alcançar dentro da operação, cada colaborador deve ser avaliado em sua individualidade, ou seja, de acordo com o que foi diagnosticado como necessidades do perfil de cada condutor.

3 – Após o treinamento

Nesta etapa é que os responsáveis pela frota irão avaliar, de fato, se os condutores mudaram o comportamento de forma positiva ou não.

Somente com os indicadores bem definidos nas etapas anteriores, é que será possível fazer um comparativo do desempenho e comportamento dos condutores antes e depois da aplicação dos treinamentos.

Como por exemplo, se o número de multas por excesso de velocidade caiu, nos meses posteriores, após a aplicação de um treinamento.

Leia também: Como avaliar a eficácia no treinamento para motoristas

O que considerar após o treinamento dos condutores para avaliar o desempenho 

Existe uma variedade de métodos avaliativos e a combinação deles contribuem para a melhor aprendizagem e trazem uma visão mais ampla do que foi conquistado pelos colaboradores.

Simplificando, o ponto de partida para avaliar o desempenho dos condutores após um treinamento é verificar se os objetivos de aprendizagem determinados previamente foram alcançados.

Aqui o gestor de frota vai averiguar por meio da telemetria se o colaborador superou seus vícios de direção.

Do ponto de vista das chamadas “soft skills”, ou seja, aquelas que dizem respeito à postura e interação no convívio profissional que deverá ser observada de forma constante por parte do gestor de frota.

Conclusão

É a partir da constante observação que se identificam as falhas e os progressos da equipe. E sabemos que treinamentos bem aplicados trazem retorno aos investimentos feitos pela empresa.

Por isso, devem ser bem planejados, bem executados e sempre cuidadosamente avaliados para atingir seus objetivos. 

Conte com a Younder para ficar por dentro do que há de mais moderno e eficaz em soluções pedagógicas. Clique aqui e fale com um dos nossos especialistas.