Treinamento e Desenvolvimento

O que é integração na empresa e 3 melhores práticas para aplicá-la

Escrito por: Equipe Younder

É preciso entender o que é a integração na prática para ir além disso, pois os funcionários precisam de muito mais informações para iniciar sua jornada de forma fluida e eficiente.

Os processos de integração na empresa estão cada vez mais robustos a fim de melhorar a experiência de boas-vindas de novos funcionários.

Há uma maior preocupação em mostrar a missão, visão e valores da empresa e reforçar conceitos da cultura organizacional.

Neste artigo você vai entender a fundo o que é integração na empresa e vai conhecer 3 maneiras para tornar o processo de boas vindas para novos funcionários mais interessante e efetivo. 

O que é a integração dentro da empresa ou onboarding 

Dentro das empresas é de praxe realizar a famosa apresentação corporativa para o recém-contratado, onde contam a história da companhia, mostram os principais produtos e clientes.

Só que é preciso entender o que é a integração na prática para ir além disso. Os funcionários precisam de muito mais insumos para iniciar sua jornada de forma fluida e eficiente.

Basicamente, a integração na empresa engloba uma série de conversas, apresentações e rituais que devem ajudar o novo contratado da equipe a compreender o que a empresa faz. Assim como seus valores, missão, objetivos e o plano de ação da carreira do funcionário.

Também é preciso apresentar um treinamento de integração para o recém-contratado descobrir qual será o seu papel, conhecer as plataformas e regras da organização, entre outros objetivos que contribuem para uma boa e rápida adaptação.

Nos dias de hoje, esse ritual de integração dos novos talentos, que deve ser definido previamente pela liderança, pela equipe de RH e também por cada setor, é conhecido como onboarding.

Por que é importante investir em um boa integração

Agora que você entende o que é integração na empresa, fica claro que toda companhia faz isso, ainda que de um jeito não tão adequado.

Quando a empresa vira a chave e compreende o processo de integração como uma oportunidade para o seu crescimento e para a retenção de talentos, ela passa a entender os benefícios que um processo de onboarding bem estruturado pode trazer.

Uma boa integração é capaz de reter talentos, que desde o começo terão sua trajetória na empresa marcada com uma série de atividades de crescimento pessoal e profissional.

No longo prazo, isso ajuda a reduzir o turnover de funcionários, uma vez que deixa o novo talento bem adaptado à cultura da empresa, fazendo com que eles se sintam parte do todo.

A integração é essencial para o clima organizacional, pois ela permite que o novo colaborador alinhe as expectativas e se adapte mais rapidamente ao ambiente de trabalho.

Sob a perspectiva da produtividade, um bom alinhamento entre novo funcionário com sua equipe possibilita um engajamento maior logo nos primeiros dias, além de elevar a qualidade das primeiras entregas.

De toda forma, a estruturação do onboarding proporciona a formação de equipes mais sólidas e salienta a  preocupação da empresa com o desenvolvimento e evolução do novo funcionário desde o começo.

Modelo de Briefing para Treinamento

3 dicas de como melhorar a integração de novos colaboradores

Fora os benefícios que comentamos, é importante saber que ter um processo bem estruturado de integração faz com que você mantenha o padrão da cultura e qualidade de serviço da empresa.

Uma vez que a cultura organizacional costuma ser a principal responsável pelo bem-estar dos funcionários e pela retenção de talentos.

Se você não sabe quais práticas adotar para melhorar a integração de novos colaboradores, aqui estão 3 dicas. Confira!

1) Tenha um manual completo de integração

Muitas empresas cometem o erro de não registrar por escrito seus processos. Este manual deve ser o principal meio para juntar dúvidas e expectativas dos funcionários e criar um plano de carreira para que ele possa crescer e se desenvolver.

Por isso, é importante registar as boas práticas para resolver problemas do cotidiano mais rapidamente, como: desenvolver o organograma da empresa, as orientações burocráticas, acordos de confidencialidade, além do básico que é a apresentação da visão, valores e objetivos.

Com tudo isso transformado em processos, fica mais fácil analisar os resultados dos relatórios e formulários de integração e adotar medidas personalizadas para cuidar de cada um dos novos colaboradores.

2) Apresente o colaborador nos espaços físicos da empresa

No trabalho presencial é muito importante criar um momento apenas para apresentar seu novo colaborador aos colegas mais antigos. É interessante comentar alguns detalhes positivos sobre sua personalidade, habilidades e no que essa pessoa eventualmente poderá ajudar a equipe.

A apresentação detalhada da equipe pode ser um diferencial, criando oportunidade de integração e ótimas amizades no ambiente de trabalho. No mundo, trabalhamos para pessoas, por pessoas e com pessoas. Por isso também que o primeiro contato é tão marcante.

Você também pode fazer dinâmicas para apresentação de forma que cada pessoa fale um pouco sobre si, seus gostos e hobbies. Um momento oportuno para isso pode ser um coffee break, onde todos poderão comer e confraternizar em seguida. 

3) Invista em treinamentos

Além do treinamento de onboarding, a sua empresa pode oferecer treinamentos estruturados e personalizados para melhorar as habilidades do funcionário.

Esse tipo de ação de integração é a melhor maneira de incentivar o desenvolvimento dos funcionários desde o começo. A cada treinamento e formação, os funcionários adquirem mais know how e se desenvolvem para trazer mais resultados para a empresa.

Contratar uma empresa focada em treinamentos corporativos pode ser a virada de chave para que você crie um processo de onboarding estruturado e eficiente.

Quer entender com mais precisão como é feito um processo de onboarding e qual seria o caminho mais efetivo para sua empresa? Clique no botão abaixo e fale com um especialista da Younder!