Quais são os principais custos de uma transportadora e como reduzi-los?
Mobilidade

Quais são os principais custos de uma transportadora e como reduzi-los?

Escrito por: Renato Mello

Uma transportadora tem diversos custos para operar com qualidade! Então se  preocupar em entender se seus gastos são adequados e passíveis de redução é um bom indicativo de que você está na direção certa.

É possível notar que as empresas sofrem com diminuições expressivas nos seus faturamentos, principalmente em momentos de crise, mas seus custos de operação não diminuem na mesma proporção. Sendo assim, para salvar seu fluxo de caixa num cenário como esse, o gestor precisa ser rápido e certeiro em suas tomadas de decisão.

Veja a seguir algumas dicas para potencializar os custos de seu negócio e trazer mais estabilidade para o seu caixa!

O que são custos fixos e variáveis

Os custos fixos de uma transportadora são aqueles que não mudam junto com as oscilações na operação, como os salários dos colaboradores, os impostos, custos com seguros, sistemas de gestão, rastreadores etc.

Já os custos variáveis são aqueles que oscilam junto com a alteração de volume das operações. São exemplos de custos variáveis combustível, pneus, lubrificantes, pedágios, multas, custos de manutenção etc.

Como diminuir os custos de uma transportadora?

Falar de diminuição de custos sempre faz os olhos dos gestores brilharem, mas é sempre importante lembrar que cortes excessivos de gastos podem vir a prejudicar a qualidade da entrega e diminuir o valor gerado pelo serviço.

O gestor é quem tem que encontrar o equilíbrio entre economizar e investir pois, para que sua transportadora seja competitiva no mercado é necessário um certo investimento em diferenciação, seja no preço ou no serviço entregue, mas para que ela sobreviva é preciso uma contenção de gastos em prol da estabilidade e longevidade do negócio.

Veja a seguir o que pode ser feito para diminuir os custos de uma maneira saudável!

Faça um bom fluxo de caixa

Qualquer empresa, independente do segmento e do tamanho, precisa e preocupar com seu fluxo de caixa e com a gestão e saúde financeira do seu negócio. Um fluxo de caixa é um registro de todas as entradas e saídas do caixa da empresa, independentemente se a transação foi feita em dinheiro, cartões ou transações bancárias.

Esse controle pode ser feito no papel, em planilhas ou em softwares de gestão, o importante é que o sistema funcione e o gestor tenha visibilidade e controle das contas da empresa. Tendo esse controle fica mais fácil a organização de pagamentos e recebimentos, de modo que você dificilmente vai ficar com o fluxo de caixa negativo.

Depois de ter a rotina de registro do fluxo de caixa estabelecida é só realizar análises periódicas ou quando precisar.

Monitore os custos

Com seu fluxo de caixa organizado e a rotina de monitoramento estabelecida, você consegue enxergar quais são seus principais custos além de criar condições propícias para decidir como e onde economizar.

Nesse processo de decisão é comum termos dúvidas em onde começar, pois cada setor tem sua importância. Sendo assim uma dica é começar mapeando suas maiores contas para tentar renegociar os preços com os fornecedores, buscando preços mais acessíveis. Outra dica é reduzir o ritmo de crescimento focando no principal valor que você agrega aos seus clientes, ou seja, faça sua atividade principal bem feita e deixa os planos secundários para um segundo momento.

Inteligência no momento das compras

Segundo a Pesquisa Anual de Serviços do IBGE, o combustível representa 52,8% da matriz de custos do transporte de cargas rodoviário no Brasil, de modo que uma economia nesse insumo é algo significativo para a saúde financeira de uma transportadora.

Uma das maiores dores dos compradores de diesel em larga escala é a falta de transparência na composição do preço. Os compradores não têm visibilidade do que é custo e do que é margem de lucro do fornecedor ao comprarem combustível, o que os deixa sem poder de negociação. Uma plataforma de gestão de preços e custos de combustível é a ferramenta de auxílio ideal para sanar essa dor.

Essa plataforma existe, é a CombuData, clique AQUI para conhecê-la!

Seja rápido ao tomar decisões

O mercado está sempre mudando, enfrentando crises e se adaptando, de modo que para sobrevivermos nele precisamos fazer o mesmo. O gestor de uma empresa tem que saber tomar decisões rápidas e equilibradas para conseguir conduzir seu negócio com destreza.

No mundo de hoje temos diversas soluções no mercado que nos ajudam a tomar essas decisões, a tecnologia e a informação estão aqui para nos ajudar e, um gestor que reconhece e aceita essa ajuda só tende a ganhar!

Quer ter este conteúdo sempre à mão? Baixe o conteúdo em PDF gratuitamente e aproveite.



Guia atualização do CTB 2021