Treinamento e Desenvolvimento

Gamificação na educação corporativa: entenda sua importância e 3 ideias para aplicar

Escrito por: Equipe Younder

A Gamificação é uma forma de engajar a equipe a partir de dinâmicas parecidas com as de jogos. Uma vez utilizada para criar treinamentos corporativos inovadores, ela é capaz de engajar colaboradores para capacitações e incentivar o atingimento de metas.

Você sente a falta de criar treinamentos mais personalizados e que engajam dentro da empresa? Então a Gamificação na educação corporativa pode ser um caminho eficiente para a sua empresa mudar esse quadro. 

Isso porque a Gamificação é uma ferramenta cada vez mais presente no mundo corporativo, pois ela auxilia no desenvolvimento de treinamentos personalizados, estimulando a participação dos colaboradores e gerando bons resultados.  

Hoje, vamos te mostrar como a Gamificação pode ser inserida na educação corporativa para melhorar o resultado dos seus treinamentos. 

É só conferir o artigo para entender mais sobre esse formato. Boa leitura!

Saiba o que é gamificação nas empresas

A Gamificação é uma forma de engajar a equipe a partir de dinâmicas parecidas com as de jogos.

Uma vez utilizada para criar treinamentos corporativos inovadores, ela é capaz de engajar colaboradores para capacitações e incentivar o atingimento de metas.

O termo se tornou popular em 2010, quando começou a ser mais utilizado pelas empresas.

Apesar de ainda parecer uma novidade no mercado, a Gamificação na educação é capaz de atingir objetivos utilizando menos recursos do que grandes campanhas de endomarketing, por exemplo.

Trata-se de usar mecanismos de conquistas, benefícios, gratificações e outras experiências desafiantes, uma vez que na educação corporativa, os temas lúdicos promovem engajamento, produtividade, aprendizado e outros benefícios.

Quais são os benefícios de aplicar a Gamificação nas empresas?

Os jogos eletrônicos ajudam muito na aprendizagem. Com um jogador envolvido nos desafios do game, ele desenvolve habilidades e aprende os conceitos apresentados. Além disso, o sistema de recompensas estimula a equipe a cumprir tarefas. 

A Gamificação pode abranger todas as faixas etárias, e tem vantagens que funcionam por dois caminhos: 

  1.  Promove aprendizagem, colaboração, melhor comunicação para a equipe e outros benefícios corporativos;,
  2. Promove o relaxamento e entretenimento, pois uma equipe que tem boa socialização trabalha melhor em conjunto.

Quanto mais se engajam no jogo, mais os colaboradores avançam, aprendem e melhoram.

Onde a Gamificação pode ser utilizada?

 Essa ferramenta tem muitas utilidades:

  • Promover aprendizagem sobre conceitos da empresa, uso de ferramentas, maquinários e etc;
  • Treinar e capacitar equipes;
  • Melhorar os resultados do setor de vendas;
  • Montar dinâmicas de grupo;
  • Ajudar em processos de seleção;
  • Estimular e melhorar a comunicação entre colaboradores por meio da socialização;
  • Promover relaxamento e um momento leve e divertido para o time;
  • Melhorar o ambiente de trabalho;
  • Reter talentos;
  • Integrar funcionários;
  • Engajar colaboradores para cumprir metas e aumentar a produtividade;
  • Melhorar habilidades como criatividade, lógica, solução de problemas, inovação, dentre outras.

É importante lembrar que a Gamificação também pode ser usada para captar e fidelizar clientes por meio de jogos disponibilizados para comunicar novos produtos, aumentar a força da marca e outros objetivos.

Modelo de Briefing para Treinamento

Entenda os impactos da ferramenta no aprendizado corporativo

Os jogos aumentam a capacidade de absorver informações rapidamente, através do uso de metodologias ativas de aprendizagem.

Além disso, eles despertam a curiosidade, promovem a criatividade, a boa tomada de decisões e o trabalho em equipe. Por isso, a Gamificação tem impactos positivos na trilha de aprendizagem.

Todos esses benefícios da Gamificação na educação corporativa existem porque os jogos trabalham com interação e desafios, prendendo a atenção dos jogadores. Até as capacitações que podem parecer entediantes são favorecidas com a dinâmica dos jogos.

O uso da tecnologia e jogos também pode atrair talentos para sua empresa, pois bons profissionais buscam oportunidades que oferecem crescimento e desenvolvimento profissional e um bom clima organizacional, com ambientes de trabalho saudáveis e humanizados. 

Qual o perfil dos colaboradores engajados com a gamificação: 

game learning pesquisa no Brasil

fonte: Etermax

A lógica dos games propõe o engajamento, por ser uma atividade que interessa aos colaboradores. Então é preciso entender a sua persona. Quem é o público que se interessa por Gamificação? Será que esse público está de acordo com o perfil dos seus colaboradores? 

As pesquisas feitas pela Etermax, Newzoo e Global Web Index indicam que homens e mulheres engajam em jogos, e a maior parte desse público também se interessa por cinema, música, tecnologia, saúde e alimentação, 68% das pessoas com mais de 36 anos. 

59% da população brasileira está online! 

Por isso, para definir como usar a Gamificação na educação corporativa da sua empresa, indicamos que antes você realize algumas pesquisas, como: pesquisas sobre a cultura e o clima organizacional, feedbacks da equipe, entrevistas sobre o que os colaboradores querem, o que gostam, quais problemas encontram no fluxo da empresa, etc. 

Como a gamificação na educação corporativo consegue engajar os colaboradores?

A partir da aplicação de elementos de jogos no seu treinamento, você pode abordar sistemas de rankings, benefícios, recompensas, metas desafiantes e outras técnicas, tornando processos entediantes em algo muito divertido.

A Younder já colocou a Gamificação na prática várias vezes! Neste ano, construímos um jogo para conscientização da Semana Nacional do Trânsito. O jogo educativo, ou game learning, serve para promover o aprendizado de uma condução mais segura.

Banner para gaming Younder

Entenda o processo de criação desse método

 É necessário pensar em 3 coisas para criar um Game Learning: 

Dinâmica

Elabore uma dinâmica para engajar os colaboradores. O plano deve ser criado a partir do aprendizado que você quer promover para potencializar bons resultados. Pense num processo eficiente, como storytelling (uma narrativa para que o colaborador se sinta identificado, a jornada do herói), na progressão de etapas a partir de desafios, na gestão das emoções de vitória ou falha, etc.

Mecânicas

Agora é o momento de aprimorar o formato da dinâmica. Você pode escolher entre desafios individuais, cooperação em equipes ou cooperação entre todos, competição entre equipe ou individuais, se terão níveis, recompensas (benefícios, bonificações, etc.), turnos ou outras características.

Componentes

Os jogos devem ser personalizados de acordo com a sua marca. Doações para instituições, avatares para os jogadores, desbloqueio de materiais, pontuações, camisas com a logo do time e da sua empresa, badges com símbolos interessantes, essa é a hora de soltar a criatividade.

Também é importante testar o seu game com equipes menores antes e apresentar ao coletivo.

3 ideias para aplicar a gamificação

Aqui vamos te indicar três ideias simples de games para aplicar na empresa:

Gincanas

A gincana é conhecida por todos. É simples, mas efetiva. Você pode estabelecer rankings, pontuações, recompensas, benefícios e outros elementos que tornem a atividade mais desafiante.

A ideia é uma gincana que remete à rotina corporativa e à aprendizagem que você quer promover. Os colaboradores vão precisar resolver as questões de forma rápida e criativa.

Role Play

O interessante do RPG é a interpretação. Há muita imersão nesse jogo, pois os colaboradores vão assumir vários papéis, e podem interpretar até mesmo os seus próprios clientes. 

Esse formato de game trabalha com a dramatização da realidade para solucionar problemas com criatividade. O RH vai te ajudar nessa ideia, criando uma narrativa interessante, e, caso seja possível, até mesmo os jogadores podem criar os seus personagens, o que deixa o jogo mais divertido.

Imersão

A prática de jogos de imersão é cada vez mais famosa dentro do mundo corporativo. Afinal, essas experiências podem ser virtuais ou presenciais, e proporcionam mais comprometimento aos jogadores, por estarem totalmente imersos no ambiente virtual. 

O interessante é que podem ser relaxantes, estimulantes e até mesmo inspiradores, trazendo muita criatividade para a equipe.

Para criar um processo lógico e eficaz de Gamificação para treinamento e aprendizagem da sua equipe, é essencial contar com consultorias que são capacitadas no assunto. A Younder é especialista em treinamentos para aprendizagem criativa e personalizada.

 Fale conosco e engaje a sua equipe!