Treinamento para frotas

Tecnologias imersivas no treinamento de motoristas

Escrito por: Leandro Fernandes

A palavra imersão tem sido usada em diversas áreas – nos videogames, entretenimento e também na educação. Uma experiência imersiva pressupõe que colaborador em treinamento se sinta dentro de uma situação, com os sentidos, em maior ou menor intensidade, focados no que se vivencia.

As tecnologias imersivas unem elementos fundamentais para que o aluno possa adquirir o conhecimento: estímulos visuais, sonoros e táteis que simulam uma situação real, porém em ambiente seguro e controlado.

A palavra-chave é experiência.

Ao contrário do conhecimento teórico, que pode ser resumido, explicado e destrinchado nos pormenores, a prática com o uso de tecnologias imersivas vem para aumentar a retenção do que foi aprendido na teoria.

Afinal, a teoria é discutida e até descrita, mas não é possível assimilar a experiência sem vivê-la.

Portanto, há apenas uma maneira de um aluno adquirir experiência, e é na prática – seja essa prática na vida real ou em um ambiente simulado.

O que você precisa saber sobre tecnologias imersivas

VR - Treinamento equipe operacional

Antes de mencionarmos as diferenças, temos que considerar que as tecnologias imersivas não são apenas para jogos ou entretenimento. Elas representam uma transformação global e fundamental sobre a forma como interagimos com milhões de pessoas e em diversas áreas como saúde, varejo, educação, imóveis, militar, entretenimento e engenharia.

Com isso em mente, vamos para as diferenças entre elas.

Diferença entre tecnologias imersivas

simulador de moto

As tecnologias imersivas podem ser definidas como um conjunto de ferramentas que possibilitam ao usuário experiências práticas e, se diferenciam pelo nível de imersão. Sendo algumas com mais riqueza de sensações, interações, estímulos sensoriais e adequação com situações reais vividas no cotidiano das empresas.

Essa simulação da realidade é possível graças as tecnologias de Realidade Aumentada (AR), Mista (MR) e Virtual (VR), além de Simuladores e Vídeos Interativos.

  • Realidade Virtual (VR): Substitui completamente o mundo físico por um virtual.
  • Realidade Aumentada (AR): Sobrepõe (complementa) o mundo físico com elementos digitais, sem a possibilidade de interação.
  • Realidade Mista (MR): Sobrepõe o mundo físico com elementos digitais. Entretanto, em forma de hologramas e com a possibilidade de interação.
  • Simuladores de Direção: Combinação entre software e hardware para aumentar a sensação real de conduzir veículos. O usuário pode, portanto, vivenciar, em ambiente seguro e controlado, diferentes condições inclusive as de risco. Essa experiência prévia torna o condutor mais apto a interpretar e reagir em situações diversas, sejam cotidianas ou de perigo.
  • Vídeos Interativos: São produções audiovisuais que permitem a participação do espectador e têm o objetivo de reproduzir situações do dia a dia e exigir uma tomada de decisão do usuário. Isso torna a experiência mais envolvente e engajadora, pois o aluno se torna protagonista do processo de aprendizagem sendo estimulado a tomar decisões a qualquer momento da apresentação do conteúdo.

Essas ferramentas trazem possibilidades de aplicação que possibilitam grandes transformações na forma como aprendemos e interagimos. Afinal, a aprendizagem se torna mais envolvente e estimulante, pois o aluno participa de forma ativa do processo.

No que se refere ao uso de tecnologias imersivas para o treinamento de motoristas, o simuladores de direção é o grande aliado dos instrutores e equipes de treinamento de motoristas. Continue lendo que vamos detalhar mais abaixo.

Benefícios do simulador de direção nos treinamentos de motoristas

treinamento para motoristas de caminhão

A aula prática em uma via de trânsito traz riscos imprevisíveis e inevitáveis, incluindo imprudência de outros condutores, situações climáticas, situações ruins de vias e a própria inexperiência do motorista.

Já o aprendizado no simulador de direção oferece um ambiente seguro e controlado, com situações planejadas para evoluir gradativamente as habilidades necessárias para cada situação de risco.

Além disso, vale destacar que os treinamentos com o uso de simulador de direção aumentam em 90% a retenção do conteúdo. (fonte cone de aprendizado).

eBook Tríade da Gestão de Frotas

Veja alguns dos principais benefícios dos simuladores de direção para treinamento

  • Capacitar os motoristas a usarem de forma correta as novas tecnologias dos veículos como: freio ABS, tração 4×4, sistemas de freios automáticos (Brake System), entre outros;
  • Desenvolver habilidades para enfrentar situações de risco em ambiente seguro e controlado como: tombamentos, aquaplanagem, trafegar com neblina, falhas nos freios, caixas de escape, avarias em veículos, pistas irregulares e muito mais;
  • Diminuir custos de treinamento em reduzir as horas de ocupação dos veículos que deveriam estar em operação.
  • Avaliação mais assertiva na condução do veículo, dentro do ambiente virtual, é possível avaliar todos os erros como infrações cometidas e erros na condução do veículos;
  • Aumentar a retenção dos cursos teóricos aplicando na prática os conceitos discutidos em aula;
  • No processo seletivo de motoristas como ferramenta de avaliação de conhecimento;
  • Aulas práticas com simulador são mais divertidas e o engajamento com o aluno se torna maior. Logo, o efeito sinestésico é aplicado dando mais dinâmica aos instrutores.

Assista um breve vídeo com um motorista profissional no simulador de caminhão em um treinamento realizado pela Younder para os motoristas da Coca-Cola FEMSA | Brasil.

Veja algumas vantagens pedagógicas com o uso de simuladores

  • Fortalece conceitos de direção defensiva e mostra possíveis infrações de maneira não-punitiva e de forma segura: em vez de multas e punições;
  • Maior facilidade da percepção de problemas nos hábitos do motorista que podem gerar risco nas vias;
  • Desenvolve as habilidades necessárias para lidar com o trânsito: memória, noção de espaço, percepção e raciocínio, por exemplo;
  • Trabalha a resiliência emocional, evitando que o motorista desista durante o processo de aprendizado;
  • Engajamento: a responsabilidade do ato de dirigir fica clara e tátil.

Vale ressaltar que o simulador de direção não substitui a experiência em conduzir um veículo real, no entanto, em muitos casos, é a torna-se única maneira de capacitar o condutor para uma situação de risco.

Sendo assim, o motorista já estará orientado com o que aprendeu no simulador e, quando se deparar com situações adversas nas vias, terá chances maiores de tomar decisões assertivas.

EXTRA: Além dos simuladores para veículos, também há a necessidade de prática simulada em máquinas. Como é o caso do vídeo abaixo, em um dos nossos simuladores de empilhadeira que mistura VR com plataforma móvel. Desta forma, o aluno terá uma visão 360º dos objetos do cenário.

Além do simulador de direção, vamos mostrar mais exemplos de tecnologias imersivas para o treinamento de motoristas. Continue lendo.

Outras tecnologias imersivas para o treinamento de motoristas

A grande vantagem da tecnologia, é que sempre ela é pensada no custo-benefício e na escalabilidade. Uma novidade em ascensão, é o implemento de vídeos interativos nos projetos educacionais. Mais uma vez, a experiência é a chave, pois em vez de simplesmente o aluno ouvir e assistir ao conteúdo de forma passiva, agora ele adquire uma posição de agente ativo.

Aqui o engajamento é essencial com o poder de decisão, o aluno passa a entender seu papel no processo, posicionado como protagonista.

Os vídeos interativos aparecem então como uma ferramenta que quebra a barreira entre conteúdo e meio de aquisição – o aluno pode escolher o caminho pelo qual aprende e pode inclusive ser colocado em uma situação de roleplay, ou seja, de interpretar um papel em uma experiência. De acordo com as decisões tomadas, é possível identificar a linha de raciocínio do aprendiz e se ele está assimilando as informações.

Falando especificamente do treinamento para motoristas, os vídeos interativos podem ajudar a ilustrar situações de risco. Quando o motorista pode escolher entre cometer uma infração de trânsito ou não, por exemplo – a situação fica clara, mostra as consequências e os fatores que podem levar a uma escolha assim.

Por exemplo: um motorista com prazo apertado para uma entrega pode decidir furar um semáforo fechado. Além de infringir a lei e provavelmente ser multado, ele cria um risco para a própria vida e a de outros.

Vantagens do uso de vídeos interativos no treinamento de motoristas

  • Fácil customização para adequar com as rotinas e protocolos de segurança da empresa;
  • Ganhar escala em treinamentos por ser de fácil integração com plataformas de ensino a distância (EAD);
  • Baixo custo no aluguel ou compra de equipamentos e, também, por não ter que descolar os colaboradores para os treinamentos, pois podem ser assistidos por smartphones, tablets ou computadores;
  • Mais engajamento e interatividade como complemento das aulas teóricas.

Veja um exemplo de vídeo interativo criado para conscientização no trânsito.

Recado importante!

Nenhuma das ferramentas aqui descritas são videogames, há muitas diferença entre simulador de treinamento e de videogame, embora dividam com eles características essenciais – a imersão, a progressão gradual, a simulação de um ambiente real dentro do mundo virtual.

A principal linha que separa o entretenimento do ensino é justamente o objetivo: o videogame quer entreter –  ele deturpa leis da física, adapta situações, tudo para criar diversão e entreter.

O processo de aprendizado visa a simulação o mais fidedigna possível do mundo real – o importante não é só manter o aluno entretido, mas ter a certeza de que sairá do treinamento preparado para encarar o mundo real.

Conclusões

O uso de tecnologias imersivas de aprendizagem surge então como uma maneira de proporcionar ao aluno uma experiência mais ampla e ativa, nas quais destacamos:

  • Retira o risco na simulação de procedimentos perigosos;
  • Permite que o aluno se engaje com a situação, assimilando as responsabilidades envolvidas;
  • Possibilita que o ensino seja desenhado para atender às dificuldades específicas do aluno;
  • Oferece feedback construtivo e atento, sem punições pelas eventuais lacunas de conhecimento ou habilidade;
  • Tira a barreira entre conteúdo e meio de aquisição, colocando o aluno como agente ativo do próprio aprendizado.

Convidamos você responsável pela gestão e segurança dos motoristas de frota, a assistir ao vídeo abaixo e entender melhor os benefícios do uso de simuladores de direção no treinamento e capacitação dos motoristas de frota.