Treinamento equipes técnicas

Metodologias ativas para o desenvolvimento de competências em treinamento

Escrito por: Patrick Canuto

Descubra o potencial das metodologias ativas e como elas podem transformar a sua forma de aplicar treinamentos e gerar resultados.

Participar de um treinamento completamente expositivo, onde o educador apenas transmite informações teóricas, enquanto os educandos assistem de forma passiva, parece um ambiente estimulante para gerar resultados de aprendizagem mais eficientes para a sua empresa?

Sabemos que desenvolver competências para desempenhar bem uma função é essencial para manter-se competitivo, porém, muitas vezes, não podem se restringir apenas à teoria. O aprendizado tornou-se mais complexo e novas abordagens e ferramentas se fazem necessárias, entre elas as metodologias ativas.

 

Mas o que são metodologias ativas de aprendizagem?

As metodologias ativas são técnicas e ferramentas que colocam o estudante como o grande responsável pela obtenção de conhecimento para si. Esse processo gera maior autonomia, responsabilidade e eficiência no que diz respeito à aprendizagem de competências.

Durante esses treinamentos, o especialista no assunto se coloca como um orientador ou facilitador do processo, ao invés de alguém que só transmite informações como se o educando fosse um arquivo ou um banco de dados, privilegiando a cooperação e o trabalho em grupo, desenvolvendo as competências a partir da prática.

 

Como funciona um treinamento com metodologia ativa na prática?

Em um treinamento com essa finalidade, é importante entender que é imprescindível trabalhar os conhecimentos (saber), as habilidades (saber fazer) e as atitudes (querer fazer) que envolvem tal competência e, uma aula totalmente passiva dificilmente abraça mais do que a parte do conhecimento, que muito se perde assim que termina a aula.

Para entender melhor este cenário, vou usar como exemplo a competência direção segura. Seu motorista pode até entender o que é direção segura por meio de uma apresentação conduzida por um especialista, mas, sendo somente neste formato, como ele será capaz de experimentar e habilitar o que acabou de aprender?

Agora, imagine esta mesma aula sendo trabalhada com um estudo de caso ou com exploração de um jogo, ou resolvendo um problema real da companhia, ou, então, em um simulador de direção veicular?

 

Como aplicar metodologias ativas nos treinamentos que realizo na minha empresa?

Ao apresentar o que torna as metodologias ativas tão eficientes em treinamentos, não estamos desmerecendo a maneira mais expositiva, inclusive é possível até mesmo mesclá-las.

Sabemos que cada contexto é único, mas precisamos sempre nos reinventar para tornar o conteúdo cada vez mais relevante e atraente para o educando.

Abaixo, destaco algumas das práticas mais comuns de aprendizagem ativa:
• Estudos de caso;
• Resolução de problemas;
• Atividades em pares ou times;
• Aprendizagem baseada em projetos;
• Uso de tecnologias imersivas, entre elas simuladores de direção ou máquinas;
• Atividades prévias de pesquisa ou sala de aula invertida;
• Criação de objetos, protótipos e produtos que podem gerar resultados criativos.

 

Conclusão

As metodologias ativas de aprendizagem permitem que o educando aplique seus conhecimentos recém-adquiridos ao mesmo tempo que os aprende, em um ambiente mais próximo possível do que é encontrado na realidade do trabalho, além de possibilitarem um acompanhamento mais eficiente do seu progresso em treinamento e maior consciência sobre a utilização do conteúdo aprendido para a vida dele.