imgheight="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=368964349309808&ev=PageView&noscript=1" /

Análise de dados: 3 ferramentas para usar na gestão de frota

Em busca de uma gestão de frota mais eficiente e conectada, a análise de dados é uma grande aliada na tomada de decisão.

Coletar e analisar dados de diversas atividades do setor de logística permite que o gestor conheça melhor sua equipe, identifique falhas e pontos de melhoria. Além disso, a análise de dados proporciona investimentos mais precisos na empresa.

Mas, como implementar a análise de dados eficiente na gestão de frota na sua empresa? Confira ao longo deste artigo!

O que é análise de dados?

Análise de dados significa coletar dados numéricos sobre determinada esfera da sua empresa e transformá-los em algo além de números, como visões que irão auxiliar na tomada de decisão. O processo envolve:

  • coletar dados;
  • armazenar;
  • analisar;
  • acompanhar os dados obtidos para obter novos conhecimentos e percepções. 

Na gestão de frotas, a análise de dados pode entregar informações relevantes sobre o desempenho de motoristas e dos veículos da frota.

Quais são os tipos de análise de dados?

A análise de dados pode seguir 4 metodologias diferentes, são elas:

Análise Descritiva

A análise descritiva trabalha com relatórios, avaliações de resultados e monitoramento de indicadores de desempenho — com fatos concretos sobre o negócio. Esse tipo de análise influencia na tomada de decisões rápidas, ao trazer informações sobre a realidade do negócio no momento atual. 

A análise descritiva não engloba decisões e projeções futuras do negócio: ela trata do status atual da empresa. Pode ser utilizada na análise de dados para, por exemplo, tomar uma decisão diante de um acontecimento ou identificar erros e acertos no momento presente. 

A análise descritiva também auxilia no mapeamento de estratégias de curto prazo com base em dados dinâmicos.

Análise Preditiva

A análise preditiva é utilizada na projeção e expansão do negócio. Ela trata da análise de padrões de dados que permitem prever o futuro da frota sob algumas condições. A metodologia de análise preditiva utiliza dados de comportamento humano, social e estatísticas para criar padrões e influenciar algoritmos. 

Sua principal atribuição é a previsão de cenários futuros a partir de determinadas condições. Dessa forma, é possível estimar correlações, causas e probabilidades no seu negócio. Esse tipo de análise de dados pode ser utilizada na resolução de problemas complexos, além da projeção do negócio. 

É importante ressaltar que a análise preditiva não irá prever o que acontecerá, mas sim o que deve acontecer se determinadas condições se confirmarem.

Análise Prescritiva

Esse modelo de análise de dados utiliza dados estatísticos alinhados à gestão de negócios em busca de alcançar resultados mais satisfatórios em relação aos objetivos traçados. Com ela é possível fazer projeções, definir estratégias e estimar o possível sucesso de uma ação. Também engloba as consequências das decisões tomadas, a fim de evitar cenários negativos.

Para utilizar a análise prescritiva é necessário que o gestor de frota tenha acesso a tecnologias, como inteligência artificial, algoritmos e machine learning. A análise prescritiva pode ser considerada um caminho à frente da Análise Preditiva, pois identifica as consequências das decisões tomadas anteriormente.

Análise Diagnóstica

Assim como o nome já nos adianta, a análise diagnóstica trata do diagnóstico feito a partir de dados e situações que já aconteceram. Através da avaliação desses dados é possível planejar ações, identificar onde disponibilizar mais recursos e promover melhorias na captação de clientes.

Esse modelo de análise de dados faz uma investigação de causa e efeito. Ou seja, através dos dados coletados entende-se porque determinado evento ou comportamento aconteceu. Por isso, auxilia na construção de comportamentos, ações de marketing, estratégias de venda e desenvolvimento de produtos ou serviços que cumpram com a expectativa e necessidade dos clientes.

Como a análise de dados pode auxiliar na gestão de frota

Incluir a análise de dados na gestão de frota pode ser difícil no início, pois demanda organização e implementação de um novo comportamento. No entanto, a análise de dados permite que o gestor de frota tenha maior controle do seu setor e tome decisões com embasamento e segurança.

O principal objetivo da análise de dados é auxiliar no planejamento estratégico da frota e influenciar positivamente na tomada de decisão. Empresas do setor de transporte podem se beneficiar da análise de dados para reduzir custos, melhorar a qualidade do serviço prestado e evitar prejuízos.

Veja só os pontos que podem ser acompanhados com mais precisão pela gestão de frota através da análise de dados:

  • Desempenho financeiro do setor;
  • Consumo médio de combustível;
  • Tempo gasto no trajeto;
  • Emissão de gases poluentes;
  • Depreciação da frota;
  • Sinistros da frota;
  • Circulação da frota, rotas e linhas geográficas;
  • Quantidade de viagens por veículo;
  • Quilometragem percorrida;
  • Disponibilidade da frota;
  • Uso pessoal do veículo;
  • Velocidade média das viagens por percurso.

Esses são apenas alguns pontos que podem ser observados, analisados e investigados por meio da análise de dados na gestão de frotas. Com a análise dessas atividades, é possível aperfeiçoar ações, identificar falhas, observar o comportamento de motoristas e assim tomar decisões acertadas.

3 ferramentas de análise de dados para implementar na empresa de transporte

Sistemas ERP (Enterprise Resource Planning)

Os sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) ou, sistemas de gestão empresarial, vão além do software de logística, pois podem avaliar toda a empresa. Nesse tipo de ferramenta de análise de dados, tanto atividades do setor administrativo quanto do operacional são controladas, auxiliando no controle de diversas atividades relacionadas ao transporte – como a gestão financeira, por exemplo.

Os sistemas ERP conseguem gerenciar diferentes setores da empresa e, por isso, são como a espinha dorsal dos negócios. Ao utilizar a ferramenta, é possível otimizar os processos da empresa como um todo, incluindo a gestão de frota.

Algumas das funcionalidades essenciais do ERP incluem:

  • Supervisão da produção;
  • Estimativa do nível de estoque;
  • Gerenciamento do fluxo de caixa;
  • Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e);
  • Regulação de despesas.

Sistemas TMS (Transportation Management System)

Em português, Sistema de Administração de Transporte, é um software de transporte responsável pelo gerenciamento e controle desse processo. Esse sistema otimiza diversos processos relacionados ao transporte. Por meio dele é possível se livrar de documentos e ordens de papel porque tudo passa a ser digitalizado.

Os Sistemas TMS ajudam a gerenciar dados sobre:

  • fretes;
  • entregas;
  • itinerários de viagem;
  • rastreamento de carga;
  • automação de informações de carga. 

Além disso, facilitam a emissão de documentos fiscais para as remessas.

Sistemas WMS (Warehouse Management System)

Sistema de Administração de Armazém, em português, o WMS é um software de logística que faz a administração de armazém com base no banco de dados da empresa.

O software executa uma variedade de funções, tais como:

  • Supervisão e manutenção do depósito;
  • Monitoramento da rotação de estoque/produtos;
  • Avaliação das necessidades de aquisição;
  • Administração de inventário;
  • Análise de pedidos recebidos;
  • Garantia da precisão das informações dos itens.

Com o uso desse sistema é possível a análise de dados relativos ao estoque e armazém da empresa, assim todo o setor de logística e frota da empresa tem acesso às informações atualizadas.

Quais são os benefícios da análise de dados?

A análise de dados na gestão de frota entrega benefícios que vão além do próprio setor de logística da organização.

Por meio da gestão eficiente dos dados será possível utilizar melhor os recursos disponíveis, melhorar a qualidade dos serviços prestados e, ainda, influenciar na gestão de pessoas.

Além disso, a competitividade da empresa no mercado será maior, a tomada de decisões mais efetiva e as estratégias qualificadas. Confira outros benefícios da análise de dados na sua empresa:

  • Melhoria dos processos e redução de custos;
  • Experiência do consumidor positiva;
  • Facilita a compreensão das necessidades do cliente;
  • Aumento da visibilidade de tendências de mercado;
  • Facilidade no desenvolvimento de novos produtos;
  • Melhoria no desempenho de motoristas;
  • Produtividade, engajamento e a motivação dos funcionários;
  • Gestão de riscos eficiente;
  • Importante diferencial de mercado.

Agora que você sabe quais ferramentas pode usar para implementar a gestão de dados na sua empresa, lembre-se de contar com a ajuda da tecnologia e de especialistas. Mantenha-se atualizado e transmita esse conhecimento para a sua equipe.Para continuar se informando de assuntos relevantes para gestão de frota da sua empresa, como este de análise de dados, acesse os conteúdos do blog da Younder!

Posts Relacionados