Treinamento e Desenvolvimento

3 técnicas de seleção que são tendência na gestão de pessoas

Escrito por: Equipe Younder

Isso porque hoje, a tendência é apostar em técnicas que otimizem o trabalho dos recrutadores. Como é o caso de ferramentas que também conseguem tornar o processo de recrutamento mais eficiente.

Você sabia que cada vez mais as empresas estão buscando técnicas de seleção com alta performance para o recrutamento de candidatos?

Isso porque hoje, a tendência é apostar em técnicas que otimizem o trabalho dos recrutadores. Como é o caso de ferramentas que também conseguem tornar o processo de recrutamento mais eficiente, de acordo com os objetivos e ideais da empresa.

Neste artigo, separamos algumas das técnicas de seleção que são tendência atualmente para criar um recrutamento inteligente. Confira a seguir!

Entenda o que é um recrutamento e seleção de pessoas

De forma prática, o Recrutamento e Seleção de Pessoas diz respeito a um processo realizado pela área de Recursos Humanos da empresa a fim de encontrar candidatos que se adequem melhor às vagas em aberto.  

A princípio, o recrutamento atrai profissionais interessados em concorrer às vagas disponíveis. Feito isso, estes candidatos passam pela seleção em processos que incluem:

  • envio de currículo;
  • análise de cartas de motivação ou vídeos;
  • participação em entrevistas e processos dinâmicos.

Mais que unir candidatos e empresas, o principal papel do recrutamento e seleção é escolher os profissionais com perfis que estejam alinhados aos valores e cultura da organização. 

A importância de realizar um recrutamento eficaz

Um recrutamento eficaz possibilita que os candidatos mais adequados sejam escolhidos para as vagas disponíveis. Esse pode ser um processo custoso e demorado, visto o número total de candidaturas que uma vaga costuma receber.

Ou seja, otimizar esse processo, além de otimizar o tempo dos seus profissionais de RH, também faz com que as escolhas sejam cada vez mais assertivas.

Assim, com a utilização de técnicas de seleção adequadas, é possível realizar o processo em tempo hábil e de forma simples, objetiva e eficaz.

Modelo de Briefing para Treinamento

Afinal, quais são as fases de um processo de recrutamento?

O processo de Recrutamento e Seleção é criado através da definição de um plano de ações com fases distintas. Cada etapa é fundamental para operacionalizar a seleção dos candidatos e possui diferentes objetivos. Confira mais sobre cada uma das fases!

Atrair os candidatos

O pontapé para atrair candidatos acontece mesmo antes da vaga divulgada. Pois é preciso ter sempre ação para trabalhar a imagem da empresa, bem como desenhar de forma clara seus principais valores e objetivos.

Dessa forma, já é possível atrair um candidato que faça o fit ideal da cultura da empresa, facilitando o processo de seleção.

Outro ponto importante no momento de atrair os potenciais candidatos, é elaborar uma descrição da vaga com o máximo de informações possíveis. Por exemplo, é interessante listar quais são os requisitos obrigatórios e detalhes sobre benefícios, vantagens, carga horária e salário.

Após estruturar a vaga, é chegada a hora de pensar nas estratégias de divulgação. Por isso, é necessário pensar em quais locais você conseguiria alcançar o seu público-alvo, ou seja, o perfil ideal para a vaga em aberto.

É por isso que, hoje em dia, uma das principais técnicas de seleção pode ser a de divulgação em redes sociais que entreguem um público próximo ao perfil ideal para ser um candidato.

Triagem de candidatos

Durante a triagem, a análise dos currículos é realizada em um intervalo de tempo relativamente limitado para evitar atrasos no processo. Por isso, é necessário desenvolver técnicas que otimizem esta fase da seleção, sem deixar de analisar as competências e habilidades da melhor forma possível. 

Pensando nisso, o mercado está se abrindo para uma tendência que facilita a seleção. Como é o caso do recrutamento inteligente, que utiliza softwares e da inteligência artificial para fazer a triagem dos currículos digitalmente através de sistemas de automação.

Realização de entrevistas

A entrevista é o momento crucial para colher o máximo de informações sobre o perfil do candidato. 

Nesta fase, o ideal é estruturar a entrevista levando em consideração que será necessário colher respostas sobre o comportamento e habilidades do candidato. Assim como conhecê-lo e quebrar o gelo de um primeiro contato.

Desta forma, você pode elaborar um roteiro de perguntas que leve em consideração outras experiências que ele teve profissionais e pessoais, projetos que ele se envolveu, e atitudes que ele precisou tomar para fazer a diferença dentro do projeto.

Uma sugestão também é fazer entrevistas à distância. Hoje existem ferramentas que podem ajudar nesse caso, como o Google Meet, por exemplo.

Estudar os indicadores de desempenho

Os indicadores de desempenho são as métricas utilizadas pela área de Recursos Humanos para analisar os resultados do departamento na empresa. Eles são importantes para avaliar o crescimento da organização, bem como identificar os pontos positivos e negativos da gestão.

Dentro do Recrutamento e Seleção, os indicadores de desempenho funcionam para que as contratações sejam realizadas corretamente, em um processo que leva o tempo ideal e necessário desde o anúncio até o fechamento da vaga. 

Estar atento aos indicadores de desempenho também permite um desenvolvimento saudável para a empresa, despertando a atenção para o cuidado com o employee experience e a cultura organizacional da empresa.

Definir o salário

Na hora de estruturar a vaga, é mais que importante determinar o salário que será oferecido para o cargo a ser ocupado.

Esta definição precisa ser feita após uma pesquisa de mercado, levando sempre em consideração a possibilidade de uma remuneração compatível com o perfil do candidato escolhido.

Além do mais, você também pode inserir benefícios e outros pontos que sejam estimulantes para que o perfil do seu candidato ideal tenha interesse em fazer parte do seu time.

Contratar

Detalhes acertados sobre as definições salariais, é finalmente chegada hora de receber a ligação do RH oficializando a contratação para o candidato escolhido.

Nesta última etapa, é importante que o contrato seja assinado e os benefícios prometidos sejam garantidos para que o novo funcionário confie 100% na empresa. Cumprir os combinados é muito importante.

Fora isso… Para quem chega, não há nada melhor que ser recebido com satisfação, não é?

Então é preciso elaborar um plano de integração do novo funcionário com os demais colaboradores para que ele se sinta acolhido e parte importante da organização.

Isso também auxilia em uma adaptação rápida na rotina, além de entender melhor as expectativas do candidato e da empresa e poder mostrar os valores e a missão da organização.

3 técnicas de seleção que são tendência 

Pensando nas particularidades de cada empresa, as técnicas de seleção andam cada vez mais aprimoradas para proporcionar um processo de seleção prático e otimizado. 

A aplicação de um funil de recrutamento permite atrair os candidatos qualificados para a vaga disponível a ser preenchida, como é o caso das etapas que mostramos anteriormente.

A seguir, você confere 3 técnicas de seleção que são tendências para recrutar candidatos ideais e que estão sendo bastante utilizadas atualmente por profissionais de RH.

People analytics

People Analytics ou Análise de Pessoas é uma metodologia que tem como base a coleta, gestão e análise de dados dos profissionais que estão no processo seletivo da empresa.

Essa técnica de seleção utiliza o cruzamento de diferentes informações para otimizar o processo de recrutamento.

A People Analytics auxilia na tomada de decisões assertivas através de softwares de inteligência artificial. Essas bases de dados concentram o maior número de informações possíveis para classificar os candidatos que combinam com o fit cultural da empresa de forma objetiva.

Assim, a sua equipe consegue otimizar tempo e acertar no perfil do candidato que mais se adequa a seguir no processo seletivo da vaga em aberto.

Gamificação

Para atrair bons candidatos no contexto digital, também é preciso investir em técnicas de seleção inovadoras.

A Gamificação utiliza mecânicas e técnicas de jogos para obter um bom nível de engajamento e participação dos candidatos durante a seleção.

Além disso, utilizar a linguagem dos jogos também ajuda os candidatos a compreenderem a política e todas as informações sobre a empresa.

Através dessa técnica de seleção, é possível entender as habilidades e competências dos candidatos, saindo do formal e indo para uma seleção mais leve e descontraída, o que pode se adequar melhor ao perfil do seu público-alvo.

Rapport

O Rapport, palavra que vem do francês e significa algo como ‘sintonia’, é uma técnica de seleção que consiste em melhorar a experiência do recrutamento, criando uma atmosfera saudável durante as entrevistas. 

O clima tenso gerado durante as entrevistas é algo muito comum e que causa nervosismo entre os profissionais.

Portanto, a técnica de seleção Rapport tem conquistado as empresas por justamente caminhar na direção contrária deste cenário e proporcionar humanização e acolhimento no momento da seleção. 

Para utilizar o Rapport, o ideal é buscar ambientes iluminados e arejados para o encontro entre recrutadores e candidatos.

Além disso, é muito interessante também buscar um bate-papo que seja leve e fuja dos padrões. 

Agora você entende que é preciso otimizar e tornar o processo de recrutamento e seleção eficiente. E para isso, você pode recorrer a novas tecnologias que já são tendência no mercado.

Uma outra alternativa é recorrer a consultorias especializadas em recrutamento e seleção, otimizando ainda mais o tempo da sua equipe de RH, e fazendo com que ela consiga trazer 100% do retorno que você procura com o processo seletivo.

Quer entender mais sobre como as técnicas de seleção podem melhorar o processo de recrutamento da sua empresa? Então clique aqui e converse agora com um dos nossos especialistas.