Gestão de Frotas

Saiba como funciona a logística para e-commerce e como utilizá-la

Escrito por: Equipe Younder

A logística para e-commerce é essencial para gerenciar corretamente uma série de procedimentos complexos, que são determinantes para a excelência na experiência de compra dos clientes e na redução de custos e desperdícios durante o processo.

Uma boa logística no e-commerce é determinante para o sucesso das vendas no meio digital.

Esse é um desafio para os gestores no Brasil, que precisam se preocupar com cada etapa, desde o processo de compra do cliente até a entrega final do produto.

Mas, como estabelecer uma boa logística de distribuição? Neste texto vamos falar sobre a importância de ter um processo bem estruturado de logística para e-commerce e quais são as boas práticas para criar um processo eficiente. 

Boa leitura!

Entenda o que é logística para e-commerce 

A internet mudou a forma com a qual as pessoas consomem. Agora, o consumidor apenas acessa um site, escolhe o que prefere e, após o pagamento, já pode esperar pela chegada do produto em sua casa. 

O acesso ao e-commerce é uma prática ainda mais comum pós-pandemia aqui no Brasil, com mais de 55,1% das compras feitas através dos smartphones (79% a mais do que no ano de 2019), de acordo com a consultoria Ebit/Nielsen em uma pesquisa realizada em 2020.

Diante dessa nova tendência, os questionamentos sobre como estruturar uma logística cresceu.

Nesse tipo de negócio que acontece inicialmente no meio digital, a logística representa toda a parte física, e é a coordenação de todo o processo para que o produto chegue em tempo hábil para o cliente.

Saiba a importância do processo logístico

A logística é essencial na gestão de qualquer negócio, e em um e-commerce ela deve ser prioridade.

Na venda online, as cadeias de processo normalmente precisam de mais exatidão, dado que é preciso um cuidado desde a forma de armazenamento e controle do estoque até a chegada do produto ao destino final.

Portanto, a logística é a ferramenta ideal para gerenciar corretamente essa série de procedimentos complexos, que são determinantes para a excelência na experiência de compra dos clientes e na redução de custos e desperdícios durante o processo.

Conheça os principais gastos logísticos do e-commerce

Para driblar os altos custos, é preciso criar um fluxo logístico eficiente. Mas, no meio do caminho, o gestor encontra diversos desafios, como:

Gastos com frete

O cuidado com o gasto com fretes é essencial para manter a saúde financeira da empresa e o melhor preço para os clientes.

De acordo com a FreteBras, nesse setor, em 2020, os gastos com combustíveis ficaram entre 40% e 50% do total gasto para realizar um frete.

Outro ponto é que dados da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) indicam que o preço do frete ficou em média 13,9% defasado no Brasil em 2020.

Então o grande desafio é unir uma estratégia que reduza os custos e otimize os resultados da sua loja virtual, atribuindo uma política inteligente de fretes através de promoções e descontos que impulsionem as vendas.

Quer entender como gerenciar a frota evitando gastos desnecessários? Leia mais no nosso artigo sobre gerenciamento com segurança e custos reduzidos.

Gastos com armazenamento

A falta de produtos, validades ultrapassadas, armazenagem desorganizada e outros problemas podem gerar grandes prejuízos para a empresa.

O essencial não é manter o estoque em um nível alto o tempo todo, mas, sim, realizar análises durante o ano para conseguir estabelecer o número ideal de materiais para um armazenamento eficiente e otimizado. 

Muitos e-commerces também escolhem operar com estoque zero (cross-docking), ou seja, o material só é comprado quando há necessidade de uso imediato.

Porém esse tipo de armazenamento depende de empresas parceiras e confiáveis, pois o material é adquirido após o cliente concretizar a compra no site. 

Dessa forma, um controle de estoque eficiente faz parte da boa logística e contribui para o sucesso do negócio, dispensando investimentos desnecessários e evitando prejuízos por possíveis perdas de produtos que podem acontecer. 

É uma ótima ideia utilizar softwares para gestão de estoque, obtendo informações precisas para a tomada de decisões na empresa.

Para te inspirar, recomendamos esse vídeo que explica o passo a passo do estoque efetivo da Amazon, um ótimo exemplo de empresa que prioriza a qualidade do serviço, além de pensar na saúde e bem-estar dos seus colaboradores:

Gastos com manuseio 

O manuseio do transporte dos produtos dentro de uma logística para e-commerce envolve os custos do processo de armazenagem, expedição e entrega das mercadorias.

Todo o trânsito dos produtos envolve um gasto com a correta manipulação das caixas, e erros podem gerar grandes prejuízos. 

Portanto, os problemas da má logística podem ser vários: alta procura pelos produtos com estoque vazio, compra exagerada de produtos sem a demanda necessária, o empacotamento mal feito e que não protege o produto, danos, atrasos, más condições de transporte e outros empecilhos.

Somente a boa logística e estratégias corretas podem dar conta de todas essas falhas.

Blog Ebook Guia de Aulas Práticas

3 boas práticas de como melhorar o processo logístico para o e-commerce 

Que a logística é fundamental para o funcionamento do e-commerce, não restam dúvidas. Mas como entregar os produtos da loja com a melhor logística? 

1) Estruture o fluxo completo

Faça um mapeamento da distribuição 

Recomendamos que você faça um mapeamento dos processos que precisa para gerir bem o transporte dos materiais do e-commerce.

Invista em sistemas de gestão para que todas as informações sejam corretamente acompanhadas durante todo o processo, de forma que as áreas fiquem mais integradas e automatizadas.

Crie um planejamento e roteirização desde a compra até a entrega

A logística não estará apenas na distribuição. É necessário planejar estratégias desde os estoques, de forma a evitar atrasos, prejuízos e clientes insatisfeitos.

Portanto, desenhe todo o caminho que o produto vai percorrer até o consumidor e inclusive de volta à empresa em casos de devolução de produtos. Planeje a manutenção, compra e venda.

Essa prática permitirá uma roteirização detalhada de cada estratégia de envio, controle e monitoramento, evitando falhas e, claro, evoluindo os processos a cada vez que um novo problema é detectado. 

Será um grande ganho financeiro, pois os gastos desnecessários e prejuízos serão reduzidos a partir das melhorias geradas pela análise e otimização.

2) Estabeleça uma boa logística de distribuição

A logística de distribuição determina se o cliente sai satisfeito ao final da compra, mas, para aplicarmos a ferramenta, é preciso decidir:

Qual é a melhor escolha: frota própria ou terceirizada?

Essa decisão vai depender da situação da empresa, do que é melhor para a marca. Só um bom estudo vai definir qual é a opção ideal, mas conheça algumas vantagens e desvantagens: 

A frota própria – Não depende da disponibilidade de terceiros, podendo atender às suas demandas quando você precisar. A equipe também será treinada de acordo com as necessidades da empresa e do manuseio dos seus produtos. O controle é completo sobre a padronização de qualidade da distribuição.

A frota terceirizada – Dispensa grandes investimentos, como a aquisição de veículos, manutenções, salários dos transportadores e gestores de frota, etc. Ao todo, a frota terceirizada demanda menos trabalho, além de normalmente a empresa que fornece o serviço já ter serviços de monitoramento e outras tecnologias eficientes. 

eBook Tríade da Gestão de Frotas

Há outras opções, como os Correios, que são os mais utilizados pelas empresas. Uma desvantagem é a sua exigência de que os produtos precisam ter um tamanho ou peso específico.

Entre os Correios e as transportadoras terceirizadas, há também sistemas alternativos, como o Crowd Shipping.

O Crowd Shipping é um método que utiliza entregadores locais para distribuição de produtos aos clientes. Quer saber mais sobre essa forma alternativa de entrega? Entenda se esse é o sistema ideal para você com o nosso artigo.

Boa gestão de frete 

Para isso, é importante analisar os preços dos concorrentes e entender como esse valor é composto e quando será atualizado. 

Para manter a confiança do cliente, também é importante proporcionar, a partir de dispositivos de rastreamento, um acompanhamento detalhado do prazo de entrega.

O SEBRAE indica Startups que calculam e comparam fretes, como a Melhor Envio, que realiza cotações inclusive com os Correios, e a Cargo BR, que é gratuita. 

Logística reversa

Lembre-se que a logística de distribuição também deve ser boa da forma reversa, quando é preciso fazer a troca ou devolução de mercadorias já compradas pelos clientes, um direito previsto pelo Código de Defesa do Consumidor.

O que mais é necessário para a sua logística de distribuição?

Além da roteirização adequada e da determinação de qual será seu tipo de frota, valor de frete e tecnologias de monitoramento, siga o planejamento já estabelecido e permaneça melhorando a logística aplicada.

Uma dica plus também é criar um empacotamento bonito, eficiente e que chame a atenção do público.

3) Acompanhe os indicadores de performance e monitoramentos

O rastreamento de mercadorias já não é mais um diferencial, mas uma necessidade para a loja online.

O monitoramento beneficia o cliente e o próprio fornecedor, já que a mercadoria pode ser controlada durante todo o transporte. Essa simples atitude fará com que o consumidor permaneça confiante durante a distribuição. 

Além disso, é importante avaliar também os KPIs, ou Indicadores de Desempenho, que vão garantir que todo o fluxo de distribuição definido esteja ocorrendo como planejado. Há vários números que podem ser monitorados: 

  • Quantas mercadorias estão sendo devolvidas (taxa de devoluções)? 
  • Quantos produtos estão sofrendo danos (índice de avarias)? 
  • As entregas estão ocorrendo nas datas certas? 
  • Qual é o custo completo dos transportes?

A análise dos indicadores é interessante para identificar eventuais gargalos, problemas, trabalhos malfeitos nos processos e outros obstáculos que prejudicam a eficiência da distribuição.

Com esses números, você saberá o que é preciso melhorar e como implementar as otimizações.

Quer saber quais tecnologias você pode aplicar para o devido monitoramento da frota? Confira o nosso artigo.

Quer preparar a frota para todas essas mudanças no mercado? Nós podemos te ajudar em cada etapa, desde a teoria até a prática, com treinamentos personalizados de acordo com as necessidades da empresa. Converse agora com um dos nossos especialistas!