Gestão de Frotas

Gerenciamento de frota: como fazer para evitar acidentes e reduzir custos

Escrito por: Equipe Younder

Uma frota com treinamento em dia é fundamental para que a empresa evite gastos com multas, perca produtividade por motoristas parados e reduza a incidência de acidentes.

Um dos principais desafios de empresas que possuem o gerenciamento de frota de veículos ou terceirizam o serviço é a redução de custos e acidentes.

E é possível fazer isso adotando algumas condutas e ações como manutenção preditiva dos veículos, ações de conscientização de trânsito e segurança com os motoristas, gestão de combustíveis, dentre outras..

Uma frota com treinamento em dia é fundamental para que a empresa evite gastos com multas, perca produtividade por motoristas parados e reduza a incidência de acidentes.

Sendo assim, é preciso entender como fazer um bom gerenciamento de frota e mapear quais medidas adotar para garantir o bom funcionamento dela. Continue lendo para entender!

Entenda mais sobre o que é gerenciamento de frota

Em poucas palavras, a gestão de frotas é um conjunto de práticas para monitoramento das condições de operação dos veículos e da atuação dos profissionais.

Uma gestão de frotas moderna e eficaz conta com o uso de sistema de gestão para extrair insights e identificar oportunidades de melhoria, além de otimizar processos internos.

Assim, um sistema de gerenciamento pode contar com telemetria veicular, rastreamento e cálculo de rotas, por exemplo.

O importante é entender que você pode recorrer a vários softwares de gestão para superar desafios no seu dia a dia, prezando por manter a segurança da equipe e reduzir custos da operação.

Realizar o gerenciamento de frota inclui um grande volume de informações para se registrar e administrar e decisões para aplicar.

Com relação aos gastos, a principal dificuldade é manter a manutenção dos veículos, a gestão de combustível e evitar as multas de trânsito.

Para superar esses desafios da gestão de frota, algumas medidas preventivas para melhorar o  gerenciamento de frota podem ser implementadas. Veja a seguir.

Saiba como evitar acidentes na frota

Para começar a falar sobre as ações de gerenciamento de frotas com foco em evitar acidentes, vale destacar as teorias da Pirâmide de Bird e DuPont, muito usadas para analisar a incidência e prevenção de acidentes.

Para fazer um bom gerenciamento de frota, é preciso ter em mente que os acidentes vão acontecer, por isso, é preciso estar preparado para eles e contar com um método de prevê-los.

As pirâmides tem fundamento na ideia de que para cada perda grave, houve uma série de acontecimentos prévios proporcionais.

Dessa forma, a pirâmide de controle de risco é o segredo para prestar a devida atenção aos incidentes e desvios de conduta que podem causar verdadeiros acidentes.

As causas básicas de acidentes podem vir de condições estabelecidas, como falta de conhecimento ou condições físicas e mentais dos funcionários, ou de fatores oriundos da infraestrutura oferecida pela empresa, como falta de manutenção e falhas na frota.

Já as causas imediatas, estão relacionadas a quando as ações de segurança fogem ao padrão estabelecido, seja por parte da empresa ou do profissional.

A telemetria, por exemplo, é uma ferramenta de gerenciamento de frotas muito importante para monitorar o dia a dia dos veículos.

Através dela, é possível fazer o acompanhamento de indicadores sobre a condução dos motoristas, como velocidade média, freadas e acelerações bruscas, além de rendimento do combustível, podendo entender quais melhorias devem ser implementadas.

A instalação desses equipamentos nos veículos permite monitorar o desempenho dos motoristas, considerando as habilidades na condução e o estilo de direção.

Além disso, em algumas empresas, um ranking de motoristas tomadores de riscos pode ser uma ótima ideia para manter toda a equipe em segurança, incentivando que eles tomem decisões menos perigosas.

Ações para reduzir os custos da frota sem perder eficiência

Existem duas maneiras de realizar o gerenciamento de frotas, uma delas é com planejamento para superar obstáculos e atingir resultados, outra é improvisando saídas para desafios que pegam a gestão de surpresa.

É evidente que só a primeira dessas formas permite ganhos de eficiência na gestão da frota. E é por isso que se você deseja otimizar processos, é importante incluir nas suas ações a implementação de uma Política de Frotas.

Esse recurso é muito potente, uma vez que se torna um guia de como fazer o gerenciamento de frota dentro da sua empresa.

A Política de Frotas registra o fluxo desde a primeira até a última etapa do gerenciamento de frota, indicando quem são as pessoas envolvidas em cada uma delas e acompanhando um calendário de ações, bem como a formalização e registro de documentação e regras a serem seguidas.

Entre as regras a serem estabelecidas na empresa, deve estar o cumprimento de treinamentos para a equipe de condutores. Isso porque, quando o objetivo é economizar, muito do que pode ser feito está nas mãos dos condutores.

Alguns outros desafios são reduzir os gastos da frota com combustível, além de mitigar a recorrência de multas e acidentes.

Para tais, os treinamentos de direção econômica e reciclagem podem ajudar os condutores que precisam otimizar sua performance.

Agora, para que você consiga acompanhar de perto o desempenho desses motoristas, é ideal contar com os sistemas telemetria acoplados à frota.

A aplicação adequada da telemetria permite um gerenciamento de frotas detalhista, capaz de acompanhar os gastos dos condutores para identificar as oportunidades de melhoria.

Por fim, é válido destacar a importância da manutenção preditiva para os veículos da frota, evitando possíveis danos ao veículo e prevendo gastos com manutenção.

Assim, é possível economizar ao invés de ser surpreendido com falhas e multas que poderiam ter sido evitadas com acompanhamento regular dos veículos.

Com um calendário de manutenção, você também evita o tempo ocioso da frota e da equipe, garantindo otimização, sem atrapalhar a previsibilidade da entrega para o cliente final.

A importância do treinamento para frotas

Em vias de implementar estratégias para o gerenciamento de frota, é evidente que você precisará adotar uma série de ações na empresa e precisará contar com toda a equipe, incluindo diretores, lideranças, analistas e a operação da frota.

Para que todos estejam na mesma página sobre o modelo a ser seguido, a fim de que a empresa obtenha resultados como redução de acidentes e de custos, é importante contar com uma cultura de treinamentos.

Através dos treinamentos de segurança do trabalho, direção defensiva e reciclagem, você contará com uma equipe qualificada que evitará acidentes e colaborará para que a empresa cumpra as exigências de segurança.

Por outro lado, implementar uma cultura de segurança e acompanhar os indicadores da frota de veículos pode favorecer também a colaboração dos funcionários para atingir as metas da empresa, influenciando na redução de custos com a gestão da frota.

Dessa forma, é possível combinar uma série de estratégias, desde uma nova Política de Frota, até o treinamento frequente dos funcionários, para otimizar o gerenciamento da equipe.

Quer entender melhor como o treinamento de equipes pode ajudar a sua frota a reduzir custos sem perder a eficiência? Clique abaixo e solicite um diagnóstico de um dos nossos especialistas.