Treinamento e Desenvolvimento

ESG: entenda o que é e 7 boas práticas para conquistar o selo

Escrito por: Equipe Younder

O conjunto de padrões de práticas do ESG tem três objetivos: tornar uma empresa socialmente consciente, sustentável para o meio ambiente e gerenciada de forma corporativamente inteligente.

Entender o que é ESG (Environmental, Social and Governance) é essencial para garantir a visibilidade da sua empresa por grandes investidores do mercado financeiro.

Isso porque negócios que se comprometem com o ESG, minimizam os impactos na natureza e mantêm processos administrativos saudáveis e responsáveis, sendo os preferidos de instituições financeiras que prezam por empresas que tenham um impacto socioambiental positivo e a responsabilidade social garantida.

E conquistar o selo ESG para a sua empresa pode trazer benefícios! Por isso, hoje falamos sobre 7 boas práticas que você pode implementar com a gestão de RH para conseguir o selo.

ESG: o que é a sigla?

ESG resume o termo “Environmental, Social and Corporate Governance”, que, traduzindo a sigla do inglês para o português, significa Ambiental, Social e Governança Corporativa. A sigla se refere às melhores práticas ambientais, sociais e de gerenciamento para empresas.

O padrão ESG também se refere ao novo mercado onde o fundo de investimento passa a se preocupar com cuidados sociais e ambientais, pois o índice de sustentabilidade empresarial é agora grande parte da estratégia financeira global.

Entenda os 3 princípios do ESG

O conjunto de padrões de práticas do ESG tem três objetivos: tornar uma empresa socialmente consciente, sustentável para o meio ambiente e gerenciada de forma corporativamente inteligente. 

O pilar social

Os critérios do ESG também são sociais. Investidores e consumidores vão olhar a forma como a empresa trata os seus funcionários: se há muita rotatividade, se há um bom plano de carreira, o bem estar no ambiente laboral, benefícios, bons salários, a valorização dos colaboradores, o cuidado com os direitos humanos e muito mais.

Também na parte social, são avaliados o relacionamento com os clientes e com os fornecedores, a transparência, o impacto positivo, o incentivo à inclusão, diversidade, o respeito à luta contra o racismo, trabalho infantil e mais. 

O pilar da sustentabilidade

O selo ESG busca minimizar impactos ambientais feitos por empresas a partir de critérios de sustentabilidade a serem seguidos.

Assim, institui limites para o uso dos recursos naturais, gestão dos resíduos produzidos pela corporação, entre outros comportamentos empresariais importantes para a sustentabilidade. 

O pilar do gerenciamento corporativo

A empresa ESG cuida da parte social e sustentável com o mesmo apreço que tem pela boa governança.

A administração é olhada pelos padrões ESG como responsável por atender aos interesses das várias partes da empresa, desde os acionistas, até os colaboradores e clientes. É necessária a transparência financeira, práticas anticorrupção e de gestão de riscos, busca pela equidade corporativa e mais.

Qual é a importância de conquistar o selo?

Você sabia que 87% dos brasileiros preferem empresas com práticas sustentáveis e sociais? Mais do que nunca, clientes e profissionais buscam marcas com as quais se identificam, e é por isso que a empresa ESG é vista no mercado como uma corporação com valores. 

Quais os benefícios de conseguir o reconhecimento ESG

O selo tem impacto benéfico em várias áreas da sua empresa, confira:

Estimula o investimento 

O crescimento dos investimentos no mercado financeiro passa pelo selo ESG. Os valores que eram antes vistos como não financeiros, agora são chaves de desempenho para negócios. 

Afinal, empresas que seguem os pilares ESG são mais estáveis, menos suscetíveis à escândalos por práticas corruptas, racistas ou contrárias ao meio ambiente, e por isso são também mais confiáveis para investidores.

Atualmente, há mais investimento especialmente voltado para organizações sustentáveis e preocupadas com o social, pois também são vistas como mais fortes em tempos de crise.

De acordo com a Forbes, são mais de 500 fundos focados em sustentabilidade só nos Estados Unidos, enquanto na América Latina há muitos índices essenciais, como o ISE B3 e S&P/B3 Brasil ESG.

Melhora o desempenho financeiro

É claro que mais investimento significa melhora no desempenho financeiro, mas não só isso.

O selo ESG agrada aos clientes e ao governo, fazendo com que o bom gestor evite perdas de todos os lados ao se adequar aos critérios.

Fortalece a fidelidade do cliente

Com uma boa reputação e valores que encantam e conquistam o cliente, ter um público fidelizado fica muito mais fácil. Além disso, o selo ESG também tem o pilar social, que cuida especialmente do tratamento correto ao cliente, com transparência e sem corrupção.

Melhora a taxa de turnover e retenção de talentos

As práticas corporativas da empresa ESG cuidam da equipe, promovendo treinamentos, capacitações, benefícios, bons salários, plano de carreira, ambiente de trabalho saudável e muito mais.

Esses padrões de gestão de RH são a forma ideal de reter talentos e garantir uma equipe de alto potencial, diminuindo a taxa (e os custos) de demissões e contratações representados pela taxa de turnover.

Quer saber mais sobre como melhorar o índice turnover? Nós falamos sobre esse conceito da rotatividade empresarial aqui

Ajuda na diminuição dos riscos

Uma empresa que segue as leis, é transparente, anti corrupta, evita desperdícios e agressões ao meio ambiente é mais estável. Com o tempo, empresas que não sejam ESG perderão credibilidade no mercado.

A prática ESG traz facilidade para a adaptação às regulamentações e novas leis, além da boa reputação, a fidelidade dos clientes e da equipe solidificarem a empresa contra riscos.

Reduz o desperdício e custos produção

Os negócios que utilizam bem os recursos naturais evitam desperdícios na produção, além de prejuízos com multas. 

Em todos os seus pilares, o selo ESG reduz custos como: gastos com novas contratações e preparação de funcionários novatos, multas e sanções por descumprimento de leis e mais. Portanto, as práticas ESG só reduzem dores de cabeça.

Adote essas práticas para alcançar o ESG 

Todos esses benefícios enchem os olhos, mas como colocar as melhorias em prática e garantir as vantagens? Temos 7 dicas para você!

1) Promover a gestão de resíduos e conscientização da equipe

Com a equipe de RH, planeje um programa que siga a ESG, as leis e regulamentações gerais da sustentabilidade (estude os padrões da SASB, as leis ambientais do Brasil, as leis para empresas e mais).

As novas práticas devem ser passadas para todos os níveis da empresa.

Os fluxos de produção precisam ser otimizados para gerir bem os resíduos, e os colaboradores devem ser treinados e capacitados para que se envolvam na sustentabilidade diária e implementem as novas práticas.

Periodicamente, trabalhe com relatórios que esclareçam a situação da empresa com relação às normas que devem ser seguidas e debata o que é necessário melhorar com a equipe.

Modelo de Briefing para Treinamento

2) Minimizar os riscos no ambiente de trabalho

Cuidar dos seus colaboradores começa por garantir que o ambiente de trabalho seja saudável e seguro. Tenha a ajuda de profissionais da segurança do trabalho para garantir que a empresa esteja seguindo todas as regulamentações necessárias.

A equipe deve ser treinada para a própria proteção, e todos os materiais necessários para que a segurança esteja em dia devem ser implementados.

Lembre-se que o gasto para que tudo esteja em ordem é mínimo diante da tragicidade de um acidente de trabalho.

Conheça 5 ações de segurança do trabalho para seguir com o nosso artigo

3) Promover programas de benefícios aos colaboradores

Uma equipe engajada só tem vantagens: mais produtividade, melhor atendimento ao cliente e melhor clima de trabalho para todos.

Para que o seu time se sinta bem cuidado e engajado, a empresa pode oferecer benefícios como vale-alimentação, orientações nutricionais gratuitas, vale-presente, vale-combustível ou mais. O importante é garantir mais qualidade de vida para o time, pois os benefícios só estimulam um bom trabalho.

4) Incentivar a diversidade e inclusão dentro da empresa

Promover a diversidade e a inclusão na empresa não é apenas (embora seja também) contratar uma equipe mais diversa. Inclusão requer reunir essas pessoas para aproveitar o potencial criativo e profissional das suas diferenças. As vivências diversas só beneficiam a sua empresa.

É essencial garantir um espaço de respeito e não-exclusão para que todos possam ser valorizados, começando pela liderança da empresa. As minorias devem estar bem representadas, para que vejam que têm espaço para crescer profissionalmente.

Quer mais dicas? Nós falamos sobre 3 ações de diversidade e inclusão para empresas. Confira aqui

5) Oferecer um clima organizacional saudável

O que a sua equipe acha do seu ambiente de trabalho e das suas oportunidades de crescimento dentro da empresa é essencial para a visão que a sua marca terá no mercado dentre os clientes e os profissionais da área.

Por isso, é importante promover um espaço colaborativo, com feedbacks dos seus colaboradores, melhorias pensadas em conjunto, para que eles se sintam confortáveis e confiantes dentro de suas funções.

Isso influencia diretamente na produtividade da sua equipe e nos resultados que ela pode oferecer para seu negócio.

6) Buscar ações para melhorar a cultura organizacional 

Todas as atitudes que citamos acima colaboram para manter o clima positivo. Mas o cuidado diário com a boa cultura organizacional demanda atenção da equipe de RH e dos gestores.

A gestão deve ser capaz de identificar os cenários e guiar o time para a melhor cultura organizacional de acordo com a missão, os valores e objetivos da empresa.

A boa cultura melhora o engajamento, a produtividade, alinha os departamentos de acordo com as metas e expectativas da organização e mais.

Por isso, recomendamos que você crie espaços para feedbacks saudáveis para o time e individualmente, mantendo claras as expectativas, missão e objetivos da empresa com relação aos cargos e resultados.

Para conferir mais sobre o tema, leia sobre os conceitos de clima organizacional e cultura organizacional

7) Implementar programas de treinamento e desenvolvimento dos funcionários

As mudanças podem acabar não ocorrendo da melhor forma se a sua equipe não estiver preparada, pois os profissionais se sentem mais estimulados e confiantes quando cientes do que está acontecendo na empresa.

Implemente programas de treinamento para preparar os seus colaboradores para a nova realidade ESG, promovendo capacitações individuais e coletivas dentro dos departamentos.

A empresa só tem a crescer quando um plano de carreira bem elaborado é colocado em prática, contribuindo para o crescimento profissional e pessoal dos colaboradores. 

Nós queremos te indicar as nossas 7 melhores práticas para capacitar colaboradores! Leia aqui.

Somos especialistas quando o assunto é treinamento personalizado. Conte com a Younder para estimular o crescimento do time e alavancar os resultados da empresa implementando as medidas ESG. 

Converse agora com um dos nossos especialistas e trilhe essa jornada de sucesso!